03 outubro 2009

we all rock along - cap 6



Capítulo 6 - Companheirismo


Assim que teve alta do hospital, Gwen foi levada para casa, de cadeira de rodas, conduzida por Carter. estava com uma das pernas engessada e com cara de cansada. não conseguia parar de pensar no bebê que perdera. Carter tinha tanta coisa pra pensar que nem sabia por onde começar. Aaron não parava de dar palpites inúteis sobre uma solução para a banda.
Chegando em casa, todos receberam Gwen calorosamente, e ela logo foi descansar. Assim que pôde, Carter foi falar com Bart sobre a banda.

— então, Bart, foi isso. mas eu falei com o Aaron, e a gente decidiu que não vamos te substituir.
— ah cara, valeu mesmo. mas voces podem arranjar outro baterista, só pra tocarem na gravadora. depois eu volto.
— Bart, não. não vai ficar a mesma coisa, cara. sem voce, o som não é o mesmo. temos que trabalhar juntos.
— é, somos bons juntos. mas meu braço vai ficar bom logo. garanto.
— se Deus quiser. é uma oportunidade e tanto.
— relaxa. somos bons pra caramba. se não for dessa vez, a gente consegue em outra.

Enquanto Chloe se despedia de Amber e a observava indo embora, Duncan e Josh apareceram em sua frente rapidamente, a cumprimentaram e entraram. Carter, Aaron e Bart os receberam com a notícia sobre a gravadora. todos concordaram em esperar o braço de Bart ficar bom para se apresentarem. Bart ficou agradecido, mas se sentia uma pedra no sapato deles. estava à ponto de arrancar o gesso de seu braço. Lindsay estava no quarto com Gwen, que precisava de alguém pra desabafar e só Lindsay servia para isso.
A banda estava reunida, então aproveitaram para praticar, mas Bart estava apenas memorizando notas e melodias. Chloe tentou, frustadamente, tocar a bateria. Bart saiu sorrateiramente, e logo perceberam que ele não estava mais lá. tentaram ligar, mas Bart não atendia. tudo que tinham à fazer era esperar.
Josh e Duncan resolveram dormir lá mesmo. iam dormir no quarto de Carter, inclusive Aaron, mas recebeu uma visita inesperada. Aaron estranhou quando viu a figura de Mellanie em frente à porta. pediu que entrasse e perguntou:

— o que faz aqui?
— vim te fazer um convite. — respondeu Mellanie.
— pro que?
— pra sairmos.
— pra onde?
— qualquer lugar.
— olha, mellanie, a gente não tem mais nada e...
— eu sei, Aaron. só vim te chamar pra sair.
— tá, vamos então. tem algum lugar em mente?
— o Brad tá dando uma festa.
— po, sabe que eu não gosto desse cara.
— mas ele gosta de voce, entao vamos.
— tá então.

Aaron saiu desanimado com Mellanie. Carter, Josh e Duncan subiram pro quarto. Chloe e Lindsay dormiriam no quarto de Gwen, para fazer companhia.
Bart tinha ido pro hospital, sem dizer nada à ninguém. chegou lá e pediu à uma enfermeira para que tirasse o gesso de seu braço. porém ela disse que ainda não estava curado por completo, mesmo Bart garatindo que sentia que estava bom. então Bart saiu do hospital irritado. no caminho para casa, ele bateu com o gesso na calçada até que se partiu. chegou em casa, limpou o braço, entrou no quarto de Carter e disse aos garotos:

— já posso tocar. meu braço tá bom.

Aaron, ainda desanimado, não parecia gostar da festa que Mellanie o levou. havia pessoas vomitando por toda parte. pessoas brigando também. ele não saia de perto de Mellanie. lá estava todo o pessoal que ele odiava da escola. teve de se livrar de patricinhas tentando agarrá-lo, e de atletas populares tentando fazer amizade, fingindo conhecê-lo. pegou uma bebida e reclamava o tempo inteiro da festa e de como as pessoas dali eram futéis. por fim, Mellanie o pegou pela mão e saiu andando, puxando-o.

então ele perguntou:

— onde estamos indo?
— pra onde possamos ficar sozinhos.

Bart estava certo de que já podia tocar bateria. mas seus amigos acharam melhor ele descansar um pouco. Bart não pôde esperar e quis mostrar à eles que podia. então os garotos foram observá-lo na bateria. Bart começou à tocar e estava indo muito bem, até que largou as baquetas, se jogou no chão, segurando o braço, gritando de dor. os meninos foram ajudar rapidamente.
As meninas estavam no jardim, conversando e nem escutaram Bart. enquanto ouviam beatles e observavam o céu, deitadas na grama, Chloe estava contando como foi sua primeira vez, e Gwen fez o mesmo.

Mellanie levou Aaron para o porão da casa de Brad. ela parou na porta e disse que precisava ir ao banheiro. então Aaron entrou no porão, ao descer as escadas, se deparou com Brad no meio do porão, soltando o pescoço de outro garoto, que caiu no chão, definitivamente morto. então Brad se virou lentamente, com um olhar sombrio e disse à Aaron:

— você não viu nada, entendeu? nunca esteve aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente se for capaz.